It’s been a time since I started saying to my students that we usually make two basic mistakes on projecting software, first we tend to predict the future and second we do really love to build things who scale “To the infinit and beyond” as says Buzz Lightyear Toy Story’s character and thats where pitfalls begins.


Em uma recente conversa com um amigo [que admiro muito] ele disparou “vemos um museu de grandes novidades” enquanto estávamos conversando um pouco sobre as diversas tecnologias que vem sendo lançadas e as mudanças que nós vemos acontecendo ao redor da cena de tecnologia desde microsserviços, kubernetes, inteligência artificial ou os infinitos frameworks JS que nascem todos os dias e as diversas “formas ágeis” de se desenvolver software que aparecem a todo tempo.

Edsger Wybe Dijkstra, 1968 (Computer History Museum)
Edsger Wybe Dijkstra, Computer History Museum


Há mais de 20 anos atrás, em 1996, o primeiro projeto rodando eXtreme Programming foi iniciado, mas olhando para os dias atuais, será que amadurecemos o suficiente em relação a suas filosofias e práticas?

Práticas XP, XPrograming.com


This small case analysis was part of my conclusion project at Harvard Business School on Certificate in Disruptive Strategy with professor Clayton Christensen (RIP)


Neste texto falarei sobre algumas coisas que você ouvirá em aula de forma breve pois talvez não façam parte de nosso plano de aulas (diretamente), mas que considero útil você saber, para em algum momento (talvez) se dedicar a estas coisas, caso faça parte do seu plano futuro para sua carreira. (resumindo, conselhos/dicas que eu gostaria de ter tido na faculdade e aprendi “sozinho”)


Antes de querermos “transformarmos” alguma coisa, sejamos responsáveis e honestos em reconhecer onde estamos, o que temos e o que nos falta para evoluirmos tanto como pessoa e como empresa, e só assim caminharemos para um amadurecimento e maior profissionalismo de nossas atividades.


Este texto é um resumo da aula ministrada para a turma de orientação de estágio do curso de Ciência da Computação da PUC-SP a convite do Prof. Ítalo Santiago. Nela falei um pouco sobre trajetória profissional e apresentei aos alunos uma outra visão sobre a não linearidade da carreira em tecnologia e da importância das diferentes habilidades que adquirimos em nossa jornada profissional.




Marvin Ferreira

Engineering Manager at XP Inc. | Head of Technology | MBA Professor

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store